Minha vida tem sido uma constante contradição entre fé e razão. Sempre fui místico, aberto às mais variadas experiências metafísicas. Contudo, por precaução acadêmica, este respeitável senhor (um professor-doutor, vejam só!), vinha mantendo esse lado no campo do oculto. Ocorre que estou com muita vontade de sair do armário a fim de atender a um comichão que azucrina minha alma.

O plano que vou lhes relatar, a título de consulta, ainda é preliminar.

1 – Tenho mais de 20 anos de experiência em planejamento de objetivos e metas pessoais. Sou, inclusive, diplomado em coaching. Eis a razão pura em ação.

2 – Pelo lado da fé, há mais de 30 anos busco vertentes diversas da espiritualidade. Mãe católica e pai kardecista, aos 20 anos viajei pelo orientalismo de Gurdjieff e Krishnamurti. Aos 30, caí no esoterismo, dentro do Colégio dos Magos. Estudei um pouco de tudo, mas aprofundei-me em cabala, radiestesia e florais. E, ainda, busquei desenvolver a mediunidade. Até me reconverter, aos 45, de volta ao catolicismo. Hoje, quando perguntam qual minha religião, respondo sem pestanejar: Católico, Apostólico Baiano.

3 – Ademais, desde 2002 venho buscando cumprir uma missão espiritual por meio do atendimento por florais de Bach e da Califórnia. Já atendi a mais de 1 mil pessoas. Esse trabalho foi interrompido por um tempo quando me mudei de Brasília. Há um ano, retornei à missão — por ora atendendo no apartamento.

4 – Observe-se que esse trabalho com florais é, em verdade, uma espécie de coaching com tonalidade espiritual. Ou seja, orientações sobre a vida, sobre objetivos e metas, no qual o mentor busca estar profundamente sintonizado com a intuição — ou com a Alteridade, diriam meus colegas científicos.

5 – A ideia é buscar manter a regularidade do atendimento (individual) todas as terças-feiras, a partir das 18hs. Basicamente ministrando florais. Por vezes, com algum trabalho espiritual adicional.

6 – E, a partir das 20h, ministrar cursos diversos focados nessa aparente contradição entre Metas &¨Espiritualidade; Coaching & Magia Mental; Fé & Razão. O primeiro deles pode ser, por exemplo, sobre Rituais de Invocação dos Arcanjos

Aceito sugestões. Sou todo ouvidos.