Suzana Dolce, a amiga feiticeira de Porto Alegre, realizou, há cinco anos, o estudo numerológico para a escolha do novo nome do sítio em Pirenópolis. Três nomes foram os mais votados na semifinal, com empate técnico: Quinta de São Chico, Terra dos Guardiões e Santuário dos Jatobás. 

Quinta de São Chico – Nº 11. Na numerologia de Pitágoras, os números 11 e 22 são mágicos e não devem ser reduzidos. Se existe algo que não se pode esperar de uma pessoa do tipo 11 é “coerência”, ou seja, visões muito próprias do mundo. Quanto mais progressista e incomum for o ofício, melhor será o desempenho da pessoa representada pelo arquétipo 11. Profissões relacionadas: Artista de vanguarda, filósofo, ocultista, inventor, químico, terapias alternativas. Pareceu-me nome mais adequado para objetivo.

Terra dos guardiões – Nº 10, que se reduz a 1. O 1 caracteriza empresas enérgicas e com poder, de confiança e justas. Irá alcançar os objetivos propostos com honestidade e justiça. Para empresas pioneiras que oferecem produtos de vanguarda, geralmente estão à frente, inovando em ideias. As experiências devem ser enfrentadas com força, independência e originalidade. O prognóstico é de êxito. Ideal para empresas pesquisas tecnológicas e biológicas; indústrias de exploração e extrativas em geral; ciência e tecnologia; pesquisas em geral. (Me pareceu um bom número para fazer do sítio um campus de pesquisa avançada das universidades, ou concorrer com o Ipec). 

Santuário dos Jatobás – Nº 8. Simboliza instituições financeiras, governamentais e burocráticas, associadas a um grande porte, poder e respeitabilidade. Empresas com essa simbologia podem apostar em atividades ou contato frequente com pessoas famosas ou instituições de sucesso, que exercem forte influência em seu ramo de atuação. Atividades que demandem muita organização e empreitadas ambiciosas, além de um responsável e maduro trabalho em equipe, também são favorecidas. Este também é um número típico de empresas extremamente competitivas e ousadas. Geralmente são empresas bastante agressivas em seus mercados. Número altamente indicado para empresas do setor financeiro, como corretoras de valores, financeiras e bancos.

E Suzana estudou uma variação

Terra de São Chico – Nº 9, O Eremita. Favorece atividades que ajudam animais e pessoas, especialmente os mais necessitados, como ONGs, hospitais, creches e asilos. Essa empresa também pode ajudar seus clientes a superar crises e renascer, tais como clínicas de reabilitação e consultórios de terapia. Ensino e contato com outros povos e países também fazem parte do perfil. Essa simbologia também tem uma forte ligação com a religiosidade, sendo, portanto, apropriada para centros espíritas, templos, locais de Meditação, cura e caridade. Indicações: Como as características desse número são de difícil assimilação pelo ser humano, não é um número muito indicado para quem deseja abrir um negócio.